Pesquisas do Acqua são apresentadas no Congresso Mundial da Água, em Lisboa

Notícias | 26.09.14 | Nenhum Comentário

Pesquisas do Acqua são apresentadas no Congresso Mundial da Água, em Lisboa

Realizado em Lisboa pela International Water Association (IWA), no período de 21 a 26 de setembro, o IWA World Water Congress & Exhibition é considerado o mais importante evento científico internacional que trata a questão de recursos hídricos no mundo.

Reunindo a cada dois anos, pesquisadores, empresas distribuidoras e reguladores, ONG´s e entidades públicas de várias países, a proposta deste ano foi discutir e apontar novas tecnologias e soluções para os diferentes problemas envolvendo a gestão sustentável da água no mundo.

Apenas 20% dos trabalhos enviados por pesquisadores de vários países foram aprovados no congresso. Com o tema Large-scale Dams And Their Social, Environmental, And Economic Impacts: The Case Of Xingó, Brazil “,o trabalho analisa os conflitos socioambientais que surgiram após a construção da barragem de Xingó, no rio São Francisco, e a percepção dos mesmos sobre a ótica dos habitantes da região.

Além deste tema, Antenor de Oliveira também apresenta no congresso o trabalho intitulado Trends In Brazilian Water Resources Management Research” através do qual avalia a tendência da produção científica brasileira em gestão de recursos hídricos nos últimos 15 anos e o seu posicionamento em relação a outros países.

Pesquisadores envolvidos : Antenor de Oliveira Aguiar Netto, Edson Leal Menezes Neto, Sérgio Silva de Araújo Patrícia Rosalba Salvador Moura Costa, Gregório Guirado Facciolie Inajá Francisco de Sousa

World Water Congress & Exhibition

Congresso Mundial da Água é um evento científico que reúne pesquisadores de todo o mundo e, portanto, representa uma excelente oportunidade para mostrar os resultados das pesquisas desenvolvidas pelo Grupo Acqua advindas do Projeto Águas do São Francisco, patrocinado pelo Programa Petrobras Socioambiental e realizado pela Universidade Federal de Sergipe e Sergipe Parque Tecnológico (SergipeTec).

O projeto possui três eixos de ação: reflorestamento, monitoramento hidroambiental e educação ambiental. “Enquanto pesquisadores da UFS também aproveitamos a oportunidade para desenvolver dissertações de mestrado , teses de doutoramento e outros trabalhos científicos”, avalia Antenor de Oliveira.

Cerca de 5000 especialistas em água e profissionais do setor estão reunidos no congresso para debater as últimas descobertas científicas, partilhar conhecimentos sobre tecnologias de ponta e definir regulamentação eficaz que promova a adoção de soluções inovadoras sobre a gestão da água.

A iniciativa abrange debates, ´workshops´ e uma exposição para apresentar empresas, produtos, serviços e tecnologias da área da água, sendo igualmente a oportunidade para a realização do I Fórum dos Reguladores de todo o mundo, organizado pela Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos (ERSAR).

Além da presença de cerca de 500 portugueses, de 120 organizações, estiveram presentes 171 congressistas dos países de língua portuguesa, como Brasil, Angola, Moçambique, Cabo Verde, São Tomé e Príncipe, Guiné-Bissau, Timor e Macau.

O congresso trabalhou na definição de uma Carta de Lisboa, composta por um conjunto de recomendações fundamentais sobre o que deve ser feito por governos, entidades reguladoras, prestadores de serviços e consumidores para a disponibilização de serviços mais eficientes.

(Com informações da International Water Association)

Deixe seu Comentário

This blog is kept spam free by WP-SpamFree.