Disputa por acesso à Água

Notícias | 19.09.14 | Nenhum Comentário

Disputa por acesso à Água no Nordeste chega a envolver jagunços.

Região do interior do Ceará hoje é palco de conflitos pelo acesso à água. O Estado tem hoje 96% de seus municípios em estado de emergência por causa da seca.

Um desses focos de tensão está em Limoeiro do Norte, a 207 km de Fortaleza. “A briga aqui não é por terra como em outras regiões. Nós temos terras em outros locais, mas não temos condições de plantar e viver nelas porque lá não tem água”, diz o agricultor Rafael Alves, 29.

Esse conflito por água no Ceará não é um caso isolado. Segundo a CPT (Comissão da Pastoral da Terra), é um dos 104 espalhados hoje pelo país e que envolvem invasões de terra, ações judiciais e até o uso de violência.

A maioria dos conflitos (42%) está no Nordeste, com 44 casos, segundo relatório da comissão divulgado este ano. Em seguida aparecem as regiões Norte (28), Sudeste (20), Sul (9) e Centro-Oeste (3).

Em Potiretama, a 82 km de Limoeiro do Norte, há um outro conflito por água –e, da mesma forma, tenso. Um fazendeiro “privatizou” um açude estatal e é acusado de usar a força para impedir a população de plantar nos arredores. Segundo eles, o fazendeiro enviou jagunços para ameaçar os que usavam a vazante do açude para plantar feijão e milho.

Matéria completa : Folha de São Paulo

Demanda dos emergentes agrava tensões por recursos hídricos, diz ONU

Deixe seu Comentário

This blog is kept spam free by WP-SpamFree.