Rio e SA?o Paulo desperdiA�am mais de 30% da A?gua

Notícias | 07.04.14 | Nenhum Comentário

Enquanto discutem sobre captaA�A?o no ParaA�ba do Sul, Rio e SA?o Paulo desperdiA�am mais de 30% da A?gua

Estados mais ricos do paA�s, Rio e SA?o Paulo – que hoje divergem por conta do pedido do governo paulista para captar A?gua da bacia do Rio ParaA�ba do Sul – desperdiA�aram, em 2011, mais de 30% da A?gua tratada.

As perdas na distribuiA�A?o chegaram, respectivamente, a 32,8% e 35,2%. De acordo com o MinistA�rio das Cidades, que reA?ne os dados do setor, a mA�dia brasileira A� ainda pior: 38,8%, por conta dos estados do Norte e do Nordeste, que em sua maioria desperdiA�avam mais da metade da A?gua tratada. Para especialistas, no entanto, o razoA?vel seria no mA?ximo 15%.

Alguns paA�ses da Europa e os Estados Unidos estA?o nesse patamar. Na Alemanha, por exemplo, o A�ndice jA? estA? abaixo dos 10%. O JapA?o, no entanto, foi alA�m: tem A�ndice de 7%, sendo que, em TA?quio, o desperdA�cio nA?o passa dos 5%

Rio e SA?o Paulo tA?m perdas extraordinA?rias. Discute-se quem pode captar ou nA?o A?gua do Rio ParaA�ba do Sul, mas A� uma falsa discussA?o. Se tanta A?gua nA?o fosse desperdiA�ada, a carA?ncia seria menor. A discussA?o tinha que passar pela mA? gestA?o das empresas de saneamento dos estados e nA?o apenas pela captaA�A?o da A?gua do rio que atende a maior concentraA�A?o da forA�a produtiva brasileira. Claro que agora A� necessA?ria uma soluA�A?o de curto prazo, mas desperdiA�ar mais de 15% deveria ser inaceitA?vel . Se o estado de SA?o Paulo conseguisse reduzir em 50% as perdas na distribuiA�A?o, seria possA�vel atender cerca de 4,5 milhA�es a mais de pessoas,A� diz Paulo Canedo, coordenador do laboratA?rio de Hidrologia da Coppe/UFRJ.

As duas empresas, Sabesp(SP) e Cedae(RJ), jA? deveriam estar perto de 20% e nA?o dos 30%. NA?o existe perda zero, mas 15% seria um nA�vel civilizado. Os nA?meros do Brasil sA?o maiores, e ainda podem estar subdimensionados – diz A�dison Carlos, presidente do Instituto Trata Brasil.

Em nota, o MinistA�rio das Cidades reconhece que “as perdas de A?gua representam um dos grandes desafios para a expansA?o e melhorias da distribuiA�A?o”. Diz ainda que “a perda com a A?gua produzida e nA?o faturada faz com que o setor do saneamento deixe de obter importantes recursos financeiros, alA�m de sobrecarregar desnecessariamente os mananciais hA�dricos com as demandas por aumento de produA�A?o de A?gua”. Segundo a nota, o ministA�rio tem apoiado financeiramente, “por meio dos programas de abastecimento de A?gua, os prestadores de serviA�os em aA�A�es que visam reduzir as perdas, bem como sA? aceita propostas de aumento de produA�A?o de A?gua, quando as perdas estA?o abaixo da mA�dia nacional”. A pasta afirma que “em um cenA?rio ideal, as medidas preventivas de controle de perdas devem ser consideradas jA? nas etapas de planejamento e implantaA�A?o do sistema de abastecimento de A?gua. Ao longo da operaA�A?o do sistema, medidas de reduA�A?o e controle de perdas devem ser implementadas de forma contA�nua e permanente pelo prestador de serviA�os.”

Por (Carolina Benevides / O Globo)

http://oglobo.globo.com/pais/rio-sao-paulo-desperdicam-mais-de-30-da-agua-12111384#ixzz2yCqC2UyS


Deixe seu Comentário

This blog is kept spam free by WP-SpamFree.