Fundo AmazA?nia comeA�a a distribuir recursos para projetos de uso sustentA?vel das florestas - ACQUA
Projetos de uso sustentA?vel das florestas

Notícias | 20.06.13 | Nenhum Comentário

Fundo AmazA?nia comeA�a a distribuir recursos para projetos de uso sustentA?vel das florestas

Um ano apA?s parceria firmada na Rio+20 para operacionalizar recursos do Fundo AmazA?nia, a FundaA�A?o Banco do Brasil e o Banco Nacional de Desenvolvimento EconA?mico e Social (BNDES) firmaram hoje (19), no PalA?cio do Planalto, os primeiros convA?nios com entidades da sociedade civil para a execuA�A?o de projetos. O Fundo AmazA?nia capta doaA�A�es para investimentos nA?o reembolsA?veis em projetos que auxiliem na proteA�A?o, conservaA�A?o e no uso sustentA?vel das florestas no Bioma AmazA?nia.

Ao todo, foram formalizados 18 projetos, no valor de R$ 15,4 milhA�es, em oito estados: Acre, AmapA?, Amazonas, ParA?, RondA?nia, Roraima, Mato Grosso e Tocantins. Entre os beneficiados estA?o agricultores familiares, extrativistas e povos indA�genas. Participaram da cerimA?nia os ministros Izabella Teixeira, do Meio Ambiente, e Gilberto Carvalho, secretA?rio-geral da PresidA?ncia da RepA?blica.

Segundo o presidente da FundaA�A?o Banco do Brasil, Jorge Streit, a meta A� aplicar R$ 100 milhA�es em projetos sustentA?veis na AmazA?nia atA� 2016. Streit aponta a dificuldade para conseguir licenA�a ambiental como um dos principais gargalos para a obtenA�A?o de recursos pelas associaA�A�es. Para tentar resolver o problema, a fundaA�A?o estA? abrindo um escritA?rio em Manaus para atender a toda a regiA?o, com engenheiros ambientais e especialistas que vA?o assessorar as entidades na elaboraA�A?o dos projetos.

“Algumas vezes, os projetos nA?o atendem a requisitos tA�cnicos, e as associaA�A�es tentam fazer ao seu modo. Em outros casos, elas [associaA�A�es] nA?o tA?m internet. O escritA?rio vai ajudar associaA�A�es de toda a regiA?o a resolver problemas no projeto e obter informaA�A�es sobre licenciamento mais facilmente nos prA?prios estados”, disse Streit A� AgA?ncia Brasil.

Patxon Metuktire, do Instituto Raoni, que teve um projeto de aproximadamente R$ 1 milhA?o aprovado na A?rea de extrativismo para a produA�A?o sustentA?vel de artesanato, alA�m de pequi, mel e A?leo de copaA�ba em Mato Grosso, explicou que o projeto pretende capacitar e gerar renda prA?pria para cerca de cinco etnias, com aproximadamente 5 mil A�ndios no estado. Para ele, no entanto, o objetivo do Fundo AmazA?nia deve ser maior.

A�”A� preciso fortalecer o fundo para que ele possa, na prA?tica, preservar a floresta e, principalmente, os rios. Queremos proporcionar renda A� nossa populaA�A?o para nA?o permitir, por exemplo, a entrada de madeireiros, que derrubam a floresta ilegalmente”, disse Patxon.

A Cooperativa de Produtores Rurais Organizados para Ajuda MA?tua (Coocaram) de Ji-ParanA?, em RondA?nia, que comercializa cafA� e guaranA?, tem 336 cooperados e receberA? R$ 3 milhA�es para compra de veA�culos, equipamentos, construA�A?o de terreiros de secagem, assistA?ncia tA�cnica,A�marketingA�e capacitaA�A�es. Com os recursos, eles tambA�m vA?o trabalhar com castanha do Brasil, em parceria com povos indA�genas e seringueiros.

“Com os recursos do fundo vamos consolidar a proposta do cafA� orgA?nico na AmazA?nia ou do cafA� sombreado, como A� mais conhecido aqui. Vamos trabalhar as especificaA�A�es, estruturar as cadeias produtivas e consolidar no mercado, alA�m de levar o nome da AmazA?nia e do agricultor familiar para todos os paA�ses”, disse Leandro Dias Martins, gerente comercial da Coocaram, que desde 2010 exporta cafA� para a Alemanha e a ItA?lia.

A escolha dos projetos pela parceria do FundaA�A?o Banco do Brasil com o BNDES foi feita por seleA�A?o pA?blica. O principal requisito A� a comprovaA�A?o de sustentabilidade por meio da licenA�a ambiental. Os projetos tA?m prazo de execuA�A?o definidos e sA?o acompanhados pelo Fundo AmazA?nia, que tem entre suas principais fontes de recursos o governo da Noruega, o Banco de Desenvolvimento da Alemanha e a Petrobras.

Fonte:A�(Danilo Macedo / AgA?ncia Brasil)

Deixe seu Comentário

This blog is kept spam free by WP-SpamFree.