CODEVASF vai reabilitar perímetros irrigados do Baixo São Francisco

Notícias | 03.03.13 | Nenhum Comentário

CODEVASF vai reabilitar perímetros irrigados do Baixo São Francisco

Membros da diretoria da Área de Gestão de Empreendimentos de Irrigação da CODEVASF estiveram em Sergipe essa semana para estudar o uso dos recursos do programa “Mais Irrigação“.

Na quinta-feira, acompanhados do superintendente regional Paulo Viana, o diretor Solon Braga, o secretário executivo Frederico Calazans e o assessor Roberto Strazzer visitaram os perímetros irrigados Propriá, Cotinguiba/Pindoba e Betume, que vão receber cerca de R$ 103 milhões do programa, voltado a fortalecer a agricultura familiar no Brasil.

Os recursos destinados aos perímetros do Baixo São Francisco serão utilizados na compra de equipamentos como conjuntos de eletrobombas, máquinas e outros itens. Os investimentos também servirão para a revitalização de canais de irrigação, modernização do sistema elétrica das estações de bombeamento e construção de uma unidade de secagem e beneficiamento de arroz, a principal cultura desenvolvida nos perímetros irrigados. A visita foi útil para verificar a condição atual das instalações e analisar as principais demandas.

O diretor da Área de Gestão de Empreendimentos de Irrigação, Solon Braga, disse que os recursos vão ajudar a modernizar os perímetros irrigados Betume, Cotinguiba/Pindoba e Propriá.

“São perímetros que estão entre os mais antigos da Codevasf, com mais de 30 anos em funcionamento e recebendo apenas cuidados paliativos. Existe a necessidade de uma reabilitação total da infraestrutura de uso comum e com o Mais Irrigação teremos investimentos importantes nos perímetros do Baixo São Francisco”, declarou.

O superintendente regional da Codevasf, Paulo Viana, disse que o intuito da companhia é transformar os recursos do programa Mais Irrigação em novas oportunidades para os produtores. “A Codevasf em Sergipe está sintonizada com os programas do Governo Federal, com o objetivo de aproveitar o máximo de benefícios em favor do nosso estado. Daí o nosso interesse em convidar a diretoria de Brasília para verificar pessoalmente as nossas ações. Desde já, agradecemos a confiança da diretoria em nosso trabalho”, afirmou.

O programa Mais Irrigação também contemplou, em Sergipe, o perímetro Jacaré-Curituba, no Alto Sertão, com R$ 7,6 milhões a serem investidos em obras complementares. Outros R$ 20,5 milhões serão utilizados na elaboração dos estudos para a criação do Canal de Xingó, somando R$ 130 milhões em ações administradas pela Codevasf.  Por último, o programa reservou R$ 80 milhões para o projeto de irrigação Manoel Dionísio, que será implantado em Canindé do São Francisco sob a responsabilidade do Governo do Estado.

Fernando Pires
CODEVASF

Deixe seu Comentário

This blog is kept spam free by WP-SpamFree.