Brasil contrata ExA�rcito dos EUA para planejar hidrovia no SA?o Francisco

Notícias | 22.07.12 | 3 Comentários

Brasil contrata ExA�rcito dos EUA para planejar hidrovia no SA?o Francisco

Codevasf pagarA? R$ 7,8 milhA�es por projetos para navegabilidade do rio. ExA�rcito brasileiro diz nA?o ver risco para a seguranA�a nacional.

A Companhia de Desenvolvimento dos Vales do SA?o Francisco e do ParnaA�ba (Codevasf), A?rgA?o do governo federal subordinado ao MinistA�rio da IntegraA�A?o, contratou o Corpo de Engenharia do ExA�rcito dos Estados Unidos (Usace) para estudar alternativas que tornem navegA?vel o Rio SA?o Francisco, um dos mais importantes cursos dA?A?gua do paA�s e da AmA�rica Latina.

O contrato, de R$ 7,8 milhA�es (US$ 3,84 milhA�es), foi assinado em dezembro do ano passado e, em marA�o deste ano, os primeiros engenheiros do ExA�rcito norte-americano chegaram ao Brasil com a missA?o de desenvolver projetos que contenham a erosA?o nas margens e facilitem a construA�A?o de uma hidrovia no SA?o Francisco.

Na semana passada, o comandante do Comando Sul das ForA�as Armadas dos EUA, brigadeiro Douglas Fraser (que responde diretamente ao secretA?rio de Defesa e ao presidente Barack Obama), esteve em BrasA�lia para saber como anda o trabalho.

a�?O contrato tem o prazo de trA?s anos, em que os engenheiros do Usace devem nos apresentar 12 projetos de assessoria tA�cnica para a navegaA�A?o do rio. SA?o estudos sobre dragagem, controle de erosA?o e estabilizaA�A?o das margens, geotecnia, dentre outrosa�?, disse aoA�G1A�o gerente de concessA�es e projetos especiais da Codevasf, Roberto Strazer.

A Codevasf aponta que hA? grande potencial de navegabilidade em uma faixa de de 1.371 km, entre Pirapora (MG) atA� Juazeiro (BA)/Petrolina (PE), que A� ainda inexplorado.

EstabilizaA�A?o de margens
Dois engenheiros civis do Usace ficam permanentemente no Brasil fazendo os estudos e avaliaA�A�es nas margens dos rios e trabalhando, de forma coordenada, com um grupo de militares e civis do ExA�rcito norte-americano em Washington.

a�?Um dos projetos que eles desenvolvem A� validar conhecimentos de navegaA�A?o e estabilizaA�A?o de margens em um campo de provas que temos em Barras, na Bahiaa�?, disse Strazer. A ideia A� tornar todo o rio navegA?vel a partir de pequenos trechos ao longo do seu curso.

Em BrasA�lia, no A?ltimo dia 10, o presidente da Codevasf, Elmo Vaz, apresentou ao comandante do Comando Sul das ForA�as Armadas dos EUA – responsA?vel por todas as aA�A�es militares norte-americanas na AmA�rica Latina – o andamento dos trabalhos. SA? para cumprir a meta de tornar os primeiros 657 km do Velho Chico navegA?veis, servindo de via de escoamento da produA�A?o, serA?o investidos atA� o final de 2012 mais de R$ 73 milhA�es.

O Rio SA?o Francisco atravessa os estados de Minas Gerais, Bahia, Pernambuco e serve de divisa natural entre Sergipe e Alagoas atA� desaguar no Oceano AtlA?ntico.

Um projeto do MinistA�rio da IntegraA�A?o busca transpor parte das A?guas do rio para aproveitA?-lo tambA�m para irrigaA�A?o no CearA? e Rio Grande do Norte, servindo de eixo de ligaA�A?o do Sudeste e do Centro-Oeste com o Nordeste do paA�s.

SeguranA�a nacional
O gerente de projetos da Codevasf disse nA?o ver riscos A� seguranA�a nacional em trabalhar com o ExA�rcito norte-americano. a�?Essa preocupaA�A?o foi levantada na fase inicial do contrato. Eu jA? o recebi fechado, no inA�cio deste ano. NA?o vejo riscos, pois as informaA�A�es que eles estA?o tendo acesso no local nA?o sA?o nada que se possa ocultar por imagens de satA�litea�?, afirmou Roberto Strazer.

Ele acrescentou ainda que o ExA�rcito brasileiro tambA�m estA? trabalhando no rio com projetos de navegabilidade e estA? em contato com os miltiares americanos. a�?HA? engenheiros do ExA�rcito brasileiro em um projeto de estabilizaA�A?o das margens de Ilha da Tapera, na Bahia, que estA?o em contato com os americanos tambA�m. HA? interesses nacionais envolvidos, mas buscamos intercA?mbio tA�cnico.”

O ExA�rcito informou, por meio da assessoria de imprensa, que visitou a sede do Usace, nos EUA, e que engenheiros militares brasileiros estA?o prA?ximos A� A?rea onde os americanos estA?o trabalhando no SA?o Francisco. O ExA�rcito tambA�m disse que nA?o vA? riscos na parceria em relaA�A?o ao vazamento de dados relativos A� seguranA�a nacional.

O chefe da missA?o do Usace no Brasil, Calvin Creech, confirmou que atualmente trabalham no paA�s dois engenheiros civis do A?rgA?o, especializados em hidrA?ulica e geotecnologia. “O Usace estA? apoiando a Codevasf. Esse trabalho A� importante para os Estados Unidos porque melhorar a navegaA�A?o do Rio SA?o Francisco trarA? benefA�cios sociais para a regiA?o, reduzindo os custos associados com o transporte de produtos agrA�colas”, disse Creech aoA�G1.

FONTE : PORTAL G1
IMAGENS: CODEVASF

3 Comentários

eu acho que ta otimo o texto,mas voces tem que por o site!!!!!!!

rayane

08/08/2012

Cara Rayane, agradecemos sua participação !
Em tempo, informamos que todas as notícias possuem sua fonte de origem no final das mesmas.

Grupo Acqua

11/08/2012

E o Brasil não tem engenheiros capacitados não? em que seria bom para os EUA isso? vão monitorar mais de perto o povo brasileiro, sou a favor de abaixo assinado para expurgar essa praga do Brasil.

Clebreson Carlos

20/12/2012

Deixe seu Comentário

This blog is kept spam free by WP-SpamFree.