Seca nas Cataratas do Iguaçu - Acqua

Notícias | 16.05.12 | Nenhum Comentário

Seca deixa Cataratas do Iguaçu irreconhecíveis

Seca atinge as Cataratas do Iguaçu, que registrou na última segunda-feira (14/05) uma vazão de apenas 480 m3 de água por segundo, o equivalente a um terço de seu volume normal.

Criado pelo decreto federal número 1035 de 10 de janeiro de 1939, o Parque Nacional do Iguaçu abrange do lado brasileiro uma área de 185.262,5 hectares, com um perímetro de aproximadamente 420km, dos quais 300 km são limites naturais representados por cursos d’água, sendo que lados brasileiro e argentino têm, juntos, aproximadamente 225 mil hectares.

A palavra Iguaçu significa “água grande”, na etimologia tupi-guarani. As Cataratas são formadas pelas quedas do rio Iguaçu. Dezoito quilômetros antes de juntar-se ao rio Paraná, o Iguaçu vence um desnível do terreno e se precipita em quedas de até 80 metros de altura, alcançando uma largura de 2.780 metros. Sua formação geológica data de aproximadamente 150 milhões de anos, porém a formação do acidente geográfico das cataratas se iniciou há aproximadamente 200 mil anos.


O rio Iguaçu mede 1200 metros de largura acima das cataratas. Abaixo, estreita-se num canal de até 65m. A largura total das Cataratas no território brasileiro é de aproximadamente 800m e no lado argentino de 1900m. A altura das quedas varia de 40 a 80 metros.Dependendo da vazão do rio, o número de saltos varia, atingindo um numero superior a 100 nos períodos de média vazão.

A vazão média do rio fica em torno de 1.500 m3 por segundo, com 8.500 m3 por segundo nas cheias .O volume maior de água ocorre entre os meses de outubro a março.

Os principais saltos são 19, cinco deles do lado brasileiro (Floriano, Deodoro, Benjamin Constant, Santa Maria e União) e os demais no lado argentino. A disposição dos saltos, com a maior parte deles no lado argentino e voltados para o Brasil, proporciona a melhor vista para quem observa o cenário a partir do Brasil.

Fotos: Cristian Rizzi/ Gazeta do Povo/ Futura Press
Fonte: Jornal A Voz do Acre

Deixe seu Comentário

This blog is kept spam free by WP-SpamFree.