Irrigação de Baixo Custo - Acqua

Notícias | 13.04.12 | 2 Comentários

Livro apresenta Sistemas de Irrigação de Baixo Custo

Obra de professor da Unesp busca estimular atividades agrícolas ao longo de todo o ano.

A Fundação de Estudos e Pesquisas Agrícolas e Florestais (Fepaf) acaba de lançar o livro “Sistemas de irrigação alternativos de baixo custo”, escrito pelo professor Edmar José Scaloppi, do Departamento de Engenharia Rural da Faculdade de Ciências Agronômicas da Universidade Estadual Paulista (Unesp), em Botucatu.

A obra apresenta de forma didática e ilustrada os passos para a implantação de três sistemas de irrigação de baixo custo: por sulcos, por aspersão convencional e por gotejamento. Traz também um capítulo introdutório sobre os fundamentos da irrigação e uma avaliação do desempenho de cada sistema apresentado.

Segundo Scaloppi, a tecnologia de irrigação pode trazer muitos benefícios aos agricultores. A principal vantagem consiste em viabilizar a atividade produtiva nas propriedades agrícolas durante o ano todo, sem depender da estação chuvosa para reiniciar o processo produtivo sazonal.

O fornecimento artificial de água às culturas é reconhecido como o insumo mais caro aplicado à produção agrícola. Ao apresentar algumas alternativas bem-sucedidas de irrigação tecnológica de baixo custo, portanto, a publicação atende a anseios econômicos dos produtores e a metas ambientais da sociedade.

O livro custa R$ 20 e pode ser adquirido na sede da Fepaf, localizada na Fazenda Experimental Lageado, em Botucatu. Também é possível fazer pedidos pelo e-mail [email protected]

Fonte : FAPESP

2 Comentários

A irrigação por gotejameto ou microaspersão de baixo custo é uma ferramenta de grande significação para agricultores de baixa renda, agricultura familiar e outros de características semelhantes. Esse sistema permite o cultivo intensivo de pequenas áreas possibilitando a produção regular de hortaliças, frutas e micro áres de pastagem para animais de pequeno porte como aves caipiras em sistema semiconfinado etc., proporcionando melhoria de alimentação familiar bem como comercialização do excedente, contribuindo para melhoria da renda e abastecimento da comunidade em seu entorno. Essa é uma prática que deve ser massificada para que seu resultado seja mais evidente na economia de ordem agrícola familiar.

Claudio Soares de Carvalho Sobrinho

17/11/2013

Ao comentar sobre a irrigação por gotejamento e microaspersão de baixo custo, vale salientar a importância dessa tecnologia para atender também agueles agricultores que vivem no semiárido. Os governos devem dar mais atenção aos programas de abastecimento de água, facilitando a aquisição de cisternas especícas para uso dasse sistema de irrigação em pequenas áres, tipo o “programa duas Telas”.

Claudio Soares de Carvalho Sobrinho

17/11/2013

Deixe seu Comentário

This blog is kept spam free by WP-SpamFree.