Calor - Acqua

Notícias | 28.03.12 | Nenhum Comentário

FrequA?ncia de dias com recorde de calor aumentarA? dez vezes

As ondas de calor, recordes de temperatura e as chuvas intensas devem ser mais frequentes atA� o final deste sA�culo, destaca relatA?rio do IPCC (Painel Intergovernamental sobre MudanA�a do Clima) sobre GestA?o de Riscos de Eventos Extremos e Desastres para avanA�arA�na AdaptaA�A?o A�s MudanA�as ClimA?ticas (SREX), divulgado nesta quarta-feira (28).

Thomas Stocker, co-presidente do Grupo de Trabalho I, que participou da elaboraA�A?o do relatA?rio, diz que o recorde de temperatura em um dia registrado hoje a cada 20 anos estA? projetado para ocorrer a cada 2 anos se nA?o forem adotadas medidas de combate A�s mudanA�as climA?ticas. Se as medidas mais pessimistas forem tomadas, a frequA?ncia pode cair para 1 dia a cada 5 anos atA� 2100.

Em termos absolutos, a temperatura mA?xima diA?ria de 20 anos aumentarA? de 1A? a 3A?C atA� a metade do sA�culo e poderA? chegar a 5A? mais quente atA� 2100, dependendo da regiA?o e do cenA?rio de emissA�es. O relatA?rio destaca ainda que o aumento das temperaturas globais nA?o implica necessariamente no aquecimento de todas as regiA�es e em todas as A�pocas.

Desde 1950, A� muito provA?vel que tenha havido uma diminuiA�A?o global do nA?mero de dias e noites frias e um aumento global do nA?mero de dias e noites quentes. Tais mudanA�as teriam ocorrido em escala continental, na AmA�rica do Norte, Europa e AustrA?lia. HA? uma confianA�a mA�dia (em uma escala que tem confianA�a alta, mA�dia e baixa) em uma tendA?ncia de aumento de temperaturas extremas diA?rias em grande parte da A?sia.

Globalmente, em muitas regiA�es o comprimento, nA?mero de perA�odos quentes ou ondas de calor devem ter aumentado desde a metade do sA�culo 20. A� provA?vel que a aA�A?o do homem tenha influenciado o aquecimento da temperatura diA?ria mA�nima e mA?xima na escala global. Para o fim do sA�culo, A� praticamente certo que aumentarA? a frequA?ncia e magnitude de dias e noites quentes e que diminuirA?o os dias e noites frios ao longo do sA�culo 21.

O relatA?rio diz ainda que em mais regiA�es ocorreu o aumento no nA?mero de eventos de precipitaA�A?o pesados, mas que hA? grandes variaA�A�es regionais. A AmA�rica do Norte deve sofrer mais com grandes chuvas, jA? regiA�es da Europa serA?o menos afetadas.

AlA�m disso, os cientistas acreditam no provA?vel aumento na frequA?ncia de precipitaA�A�es intensas ou aumento na proporA�A?o de quedas pesadas em muitas A?reas do globo, em especial nas regiA�es de altas latitudes e tropicais, e no inverno nas latitudes mA�dias do norte. A projeA�A?o A� de que a mA?xima taxa de precipitaA�A?o em 24 horas registrada em 20 anos passe a ser a cada 5 ou 15 anos atA� o final do sA�culo.

“O relatA?rio fornece diferenciaA�A?o entre as mudanA�as observadas e as projetadas em extremos de temperatura, precipitaA�A?o e seca em todos os continentes do globo “, diz Stocker.

FONTE : UOL NOTA?CIAS

Deixe seu Comentário

This blog is kept spam free by WP-SpamFree.