Águas do São Francisco

Notícias | 20.12.11 | 1 Comentário

Minas Gerais propõe projeto de lei para instituir “Bolsa do Rio São Francisco”

Na última semana chegou à Assembleia Legislativa de Minas Gerais o Projeto de Lei n. 2727/2011, que institui a Bolsa São Francisco, com o objetivo de incentivar e propagar tecnologias sociais junto às comunidades ribeirinhas do trecho mineiro do Rio São Francisco.

Segundo a mensagem, a bolsa será destinada a agentes comunitários ribeirinhos, que sejam capazes de promover formação, integração e difusão de valores, interesses e saberes das populações. Esses agentes terão como objetivo difundir métodos potencialmente redutores das desigualdades socioeconômicas e fomentadores do desenvolvimento sustentável.

O projeto prevê que os agentes beneficiários da bolsa serão pessoas cadastradas e admitidas em projeto de ação governamental voltado para as tecnologias sociais identificadas na cultura e nas práticas das populações ribeirinhas do São Francisco.  Ainda de acordo com a mensagem do governador, a concessão do incentivo financeiro está condicionada à aprovação de projetos pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig).

Se aprovada, a nova lei estará em sintonia direta com projetos de ação social como o Cidadania Ribeirinha, da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, voltado para a revitalização dos corpos hídricos que compõem a Bacia Hidrográfica do São Francisco, a melhoria das condições de vida das populações ribeirinhas e a valorização do patrimônio cultural são-franciscano. Um dos eixos de concepção do projeto é o fortalecimento da ação comunitária sustentável e autônoma, que será fortemente estimulada pela Bolsa São Francisco.


CLIQUE AQUI para conhecer o teor integral do Projeto de Lei n. 2727/2001

Fonte : ASCOM – Assembleia Legislativa de Minas Gerais
Imagem : Grupo Acqua

1 Comentário

Eu torço muito para que aja uma mudança na vida dessa população que vive muito mal instruído , acredito que com aprovação dessa lei eles possam ter mais qualidade de vida , eu sou estudante de pedagogia e estou tentando uma oportunidade de trabalho em uma comunidade as margens do ribeirinha , quero fazer um documentário e se possível desenvolver um trabalho onde possamos conscientizar instruir , jovens ,crianças e adultos a redirecionar o método de trabalho dentro da comunidade e ter uma margem de lucro maior , por exemplo na comunidade do pau-preto zona rural de Matias Cardoso, toda a população sobrevive da pesca , eu acredito que se o governo investisse mais e procura- se a colocar uma pessoa que fosse capacitada para instruir e redirecionar melhor essas pessoas, mostrando no seus dia- dia outras formas sobreviver com mais qualidade .Ai sim poderíamos começar uma trabalho de preservação do meio ambiente.

VANESSA DA SILVA BARAUNA

29/01/2012

Deixe seu Comentário

This blog is kept spam free by WP-SpamFree.